As condições sanitárias de refugiados e migrantes no atual cenário da Pandemia do COVID-19 no Brasil

 Webinário IEAC- Ética em tempos de pandemia 

 Palestrante:  Prof. João Alberto Alves Amorim- docente do departamento de Relações Internacionais da escola Paulista de Política, Economia e Negócios (EPPEN/UNIFESP

 

 
 
Webinário João retificado Instaface

No Brasil, os efeitos da Pandemia do Covid-19 têm impactado de forma imensamente mais potente as camadas mais vulneráveis da sociedade. No ano de 2020, em meio à tragédia da emergência sanitária, o país se viu confrontado com a sua dura realidade secular de desigualdade social, exclusão e preconceito. Além da vulnerabilidade econômica e social, comum a milhões de brasileiros, privados dos valores e direitos mais elementares de cidadania há séculos, através de um perverso sistema de perpetuação de privilégios e concentração de riqueza, os refugiados e solicitantes de refúgio no Brasil enfrentam situações que agravam sobremaneira sua condição social vulnerável, dentre elas a barreira do idioma, a xenofobia, a aparofobia, o racismo, dificuldade de acesso aos sistema de saúde e a negação de direitos legalmente e constitucionalmente estabelecidos mais elementares, tais como o direito saúde, ao saneamento e à existência digna.

                  
 

Orgs: IEAC / GRUPO NEURO-I-SELF (Profa. Dra. Marisa Russo e Prof. Dr. Paulo Bertolucci)