Renato Janine Ribeiro

plataforma lattes CV Lattes   orcid icon 146132ORCID   google GoogleMyCitations  

renato janineRenato Janine Ribeiro foi Ministro de Estado da Educação, de 6 de abril a 5 de outubro de 2015. Desde 1994, é professor titular da Universidade de São Paulo, na disciplina de Ética e Filosofia Política. Em 2016 se tornou Professor Honorário do Instituto de Estudos Avançados da USP. É pesquisador sênior do CNPq e professor sênior da Universidade de São Paulo. Atualmente é professor visitante na UNIFESP, onde criou, em 2019, o Instituto de Estudos Avançados e Convergentes - IEAC-UNIFESP. Também é secretário nacional da SBPC, para o quadriênio 2019-23. Formou-se em Filosofia pela USP em 1971 e defendeu seu mestrado na Université de Paris-I, Panthéon-Sorbonne, em 1973. Concluiu o doutorado em Filosofia pela Universidade de São Paulo em 1984. Formou 19 doutores e 16 mestres. Foi representante dos Professores Titulares da USP no Conselho Universitário. Tem 99 capítulos de livros (isto é, artigos publicados em livros). Publicou 14 livros como autor único, 3 em parceria e ainda organizou 4 livros coletivos. Participou de 18 eventos no Brasil. Publicou 82 artigos em periódicos especializados, 14 trabalhos em anais de eventos e 20 prefácios e/ou posfácios. Recebeu o prêmio Jabuti de melhor ensaio (2001), a Ordem Nacional do Mérito Científico (1997), a Ordem de Rio Branco (2009), a Ordem do Mérito Naval (2015) e a Grande Medalha da Inconfidência (2018). Presidiu o I Congreso de Estudiosos de Brasil en Europa, em Salamanca (2008). Concebeu e apresentou duas séries de programas de televisão sobre Ética, na TV Futura, depois apresentadas na TV Globo, compondo-se a primeira de seis programas sobre Dilemas e a segunda, também de 6 programas, sobre Liberdade. Foi consultor do Novo Telecurso, para a disciplina de Filosofia. Atua na área de Filosofia Política, com ênfase em teoria política. Foi membro do Conselho Deliberativo do CNPq (1993-7), do Conselho da SBPC (1997-9), secretário da SBPC (1999-2001). Como Diretor de Avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Capes (2004-8), dirigiu em 2004 e 2007 as avaliações trienais de mais de 2.500 cursos de mestrado e doutorado do Brasil. Foi membro do Conselho Deliberativo do Instituto de Estudos Avançados da USP. Pertenceu à Comissão de Atividades Acadêmicas. Presidiu o Conselho de Ética da mesma Universidade e preside a Comissão de Ética do CIEB - Centro de Inovação para a Educação Brasileira. No âmbito das artes e cultura, é membro do Conselho Consultivo de Inhotim. Também é membro do Conselho Superior de Estudos Avançados da FIESP. Em suas atividades profissionais interagiu com 5 colaboradores, co-autores de trabalhos científicos seus. Em seu CV Lattes, os termos mais frequentes na contextualização da produção científica são: Thomas Hobbes, democracia, filosofia política, Brasil, filosofia, política, república, teoria política, Inglaterra e universidade. Seu indice H é 38, e seu índice i10 é 95.

Suplente: Mario Vitor Santos
É mestre em Drama Antigo e Sociedade pela Universidade de Exeter, na Inglaterra, e doutor em Letras Clássicas pela Universidade de São Paulo (USP). Knight Fellow da Universidade Stanford. Sócio e diretor-executivo da Casa do Saber. Prepara uma tradução dos sonetos de Shakespeare, já sua tradução de A Virgem de Orleans, de Friedrich Schiller, encenada em São Paulo em 2013 pelo Teatro do Incêndio, está no prelo. Jornalista graduado pela Universidade Federal Fluminense, foi ombudsman do portal iG, posição que já havia ocupado por duas vezes na Folha de S.Paulo, veículo de que também foi secretário de Redação e diretor da Sucursal de Brasília no período da Assembleia Constituinte de 1988. Atualmente, a convite da Unesco, prepara o Programa de Formação de Lideranças para a América Latina e o Caribe, a ser implantado a partir de 2020 nas próprias instalações da Unesco em Villa Ocampo, próximo a Buenos Aires.